ABERTURA (APERTURE)
Fenda na parte emissora de um sistema laser pelo quel a radiação ou o pulso laser passa.

ABSORÇÃO (ABSORPTION)
Armazenamento de energia eletromagnética e posterior liberação em um comprimento de onda diferente; um dos três processos principais que energia eletromagnética sofre na atmosfera terrestre (reflexão e refração).

AFOCAL
Literalmente, “Sem Distância Focal”; Um sistema óptico com objeto e ponto de imagem no infinito.

ALBEDO
A relação da quantidade de energia refletida e a quantidade de energia incidente em um objeto, freqüentemente expresso como uma porcentagem.

ALTM
Acrônimo para Airborne LASER Terrain Mapping ou Mapeamento do Terreno por LASER Aerotransportado.

AMPLIFICAÇÃO (AMPLIFICATION)
Crescimento do campo de radiação na cavidade de ressonância do LASER. Os feixes de luz que refletem nos espelhos de cavidade são ampliados pela emissão estimulada em cada passagem pelo meio ativo.

AMPLIFICADOR ÓPTICO (OPTICAL AMPLIFIER)
Dispositivo que amplia um sinal ótico sem converter o mesmo para forma elétrica.

AMPLITUDE (AMPLITUDE)
Valor máximo da onda eletromagnética medido da sua metade para o seu extremo; altura da onda.

ANGSTROM
Unidade de medida de comprimento de onda igual a 10-10 metro, 10-1 nanômetro ou 10-4 micrometro, pouco utilizada e não reconhecida pelo Sistema Internacional (SI) de unidade.

ÂNGULO DE INCIDÊNCIA (INCIDENCE ANGLE)
Ângulo formado por um raio de luz que incide sobre um objeto ou superfície e a perpendicular (Normal) sobre este objeto ou superfície.

ÂNODO
Elemento Elétrio que na excitação do LASER, atrai elétrons de um cátodo.

ARGÔNIO (ARGON)
Gás usado como suporte para LASER. Emite luz azul/verde principalmente nos comprimentos de onda 448 e 515 nm.

ATENUAÇÃO (ATTENUATION)
Processo pelo qual a energia diminui em função do afastamento desta fonte; diminuição da energia ao atravessar um meio que o absorve ou refrata.

ATITUDE (ATTITUDE)
Orientação angular da referência ou da plataforma na qual um sensor é posicionado.

BANDA C
Comprimento de onda óptica começando em 1528,77nm (191,1 thz) até 1560,61nm (192,1 thz) definido pela EIA (Electronic Industries Association) e TIA (Telecommunications Industry Association)

BANDA DE ABSORÇÃO (ABSORPTION BAND)
Intervalo de comprimento de onda no qual a energia eletromagnética é absorvida em vez de refletida ou refratada.

BOMBEAMENTO ÓTICO (OPTICAL PUMPING)
Excitação do LASER pela aplicação de luz em lugar de descarga elétrica de ânido e cátodo.

CÁTODO (CATHODE)
Elemento que provê os elétrons para a descarga elétrica que excita o LASER.

CAVIDADE (CAVITY)
Tubo ou câmara de ressônancia onde o processo de amplificação da intendisidade do feixe de luz ocorre.

COLIMAÇÃO (COLLIMATION)
Capacidade do feixe LASER não dispersar significativamente com a distância (baixa divergência); processo pelo qual raios divergentes (branco ou luz natural) são convertidos em raios paralelos (luz concentrada).

COMPRIMENTO DE ONDA (WAVELENGHT)
A distância que uma onda eletromagnética que se propaga pelo tempo leva para oscilar por um ciclo completo. Comprimentos de onda de luz ao medidos e nanômetros (nm) ou micrômetros (mícron).

CRISTAL (CRYSTAL)
Um elemento sólido com uma ordem regular de átomos. Safira (LASER de rubi) e YAG (LASER de ND:YAG) são dois materiais cristalinos usados como fontes de LASER.

DEFLETOR (BEAM BENDER)
Dispositivo óptico, como um espeho, capaz de mudar a direção de um feixe de LASER; Usado para dirigir o feixe em sistemas de LASER compactos cujo desvio do feixe é necessário.

DENSIDADE (DENSITY)
Quantidade de energia radiante concentrada em uma superfície.

DETETOR (DETECTOR)
Um elemento eletro-ótipo que converte energia luminosa em energia elétrica. Os detectores permitem quantificar a intensidade de luz e sensibilizar-se com luz fora da região visível do espectro eletromagnético.

DIODO LASER (DIODE LASER)
Chamados de semicondutor LASER, o elemento ativo é uma junção de semicondutor de P-N. Quando a corrente flui por esta junção, uma luz intensa é emitida da extremidade do chip no plano desta junção. A maioria dos diodos LASER emite luz com comprimento de onda de 630 A 1550 nm do espectro.

DIVERGÊNCIA (BEAM DIVERGENCE)
Tendência de um feixe LASER de expandir-se em diâmetro a medida que se afasta da fonte, medida em miliradianos (mrad).

DOPADOR (DOPANT)
Um átomo ou íon que substitui um átomo em um cristal. O dopante se tornará o átomo ativo ou íon quando o material é usado em um LASER.

DRIFT
Qualquer mudança não intencional em direção do feixe antes, durante e depois do aquecimento para funcionamento; medido em mrad.

EFEITO SPOT (VIGNETTING)
Perda de luz por elemento óptico quando todos os feixes não o atravessam; Uma imagem que obscurece gradualmente do centro para a extremidade.

EIXO ÓPTICO (OPTICAL AXIS)
Linha central óptica para um sistema de lente; a linha que atravssa os centros de curvatura das superfícies ópticas de uma lente.

EMISSÃO (EMISSION)
Ato de emitir energia radiante por um átomo ou molécula.

ENERGIA (ENERGY)
Quantidade de poder radiante emitido pelo LASER; Expressa a potência de um LASER de pulso e é geralmente medida em Joules (J). O produto da energia (watts) e duração (segundos). Um segundo de watt = um Joule.

ESPECTRO ELETROMAGNÉTICO (ELETROMAGNETIC SPECTRUM)
Gama de freqüências e comprimentos de onda emitida por sistemas atômicos. O espectro total inclui ondas de rádio como também raios cósmcos pequenos.

ESPOSIÇÃO (EXPOSURE)
Medida da Energia radiante total incidente em uma superfície; exposição radiante.

FEIXE (BEAM)
Conjunto de raios luminosos que podem ser paralelos, convergentes ou divergentes.

FILTRO DICRÓICO (DICHROIC FILTER)
Filtro óptico que transmite luz de acordo com comprimento de onda, baseado na interferência do comprimento de onda com a superfície de filtro.

FLUXO (FLUX)
Poder luminoso de um feixe de luz; taxa de fluxo de energia radiante em uma determinada superfície.

FOTODETECTOR
Detector de luz.

FOTODIODO DE AVALANCHE (AVALANCHE PHOTO DIODE)
Fotodiodo que apresenta amplificação interna de fótons por multiplicação de portadores na região de junção; diodo que pode produzir um sinal elétrico proporcional para à incidência de luz sobre ele.

FÓTON (PHOTON)
Quantum de radiação eletromagnética; partícula de luz.

FREQÜÊNCIA (FREQUENCY)
Número de ondas de luz que passam uma unidade fixa de tempo; número de vibrações completas naquele período de tempo.

GANHO (GAIN)
Outro termo para amplificação, normalmente se referindo à eficiência de um LASER. Alto ganho é mais que 50% de passagem da onda de luz pela cavidade.

GAUSSIAN
“Curva Normal” ou Distribuição Normal. Um LASER Gaussiano tem a maioria se sua energia concentrada no centro do feixe.

HERTZ
Unidade Internacional (hz) que representa ciclos por segundo.

ÍNDICE DE REFRAÇÃO (REFRACTION INDEX)
Relação da velocidade de luz no vácuo com a velocidade da luz em um material.

INFRAVERMELHO (INFRARED)
Comprimentos de onda maiores que 700nm e menores de 1nm. A radiação infravermelha não é visível mas seu calor é sensível.

INTENSIDADE (INTENSITY)
Magnitude de energia radiante (luz) por unidade de tempo ou superfície.

JOULE
Watts vezes segundo; Medida de energia para um LASER de pulso.

LASER
Acrônimo para Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation. Amplificação de Luz por Emissão Estimulada de Radiação. A luz LASER é direcional, cobre uma estreita de comprimentos de onda e é mais coerente que luz comum; Um dispositivo LASER é geralmente um tubo cilíndrico que tem espelhos no interior ou nos extremos e está repleto por material como cristal, vidro, líquido ou gás. Estes materiais têm átomos, íons ou moléculas capazes de serem excitadas por luz ou por descarga elétrica até atingir um estado de carga máxima de energia. A descarga desta energia é conseguida pela emissão de fótons que formam um feixe de luz paralelo chamado LASER.

LASER “BOMBEADO” (PUMPED LASER)
LASER com comprimento de onda 1480 nm ou 980 nm obtido pela excitação de um cristal dopado e usado em amplificadores óticos.

LASER DE INJEÇÃO (INJECTION LASER)
Outro nome para um semicondutor ou diodo LASER.

LASER DE ND:YAG
Um LASER de estado sólido de Neodímio: Itrio, Alumínio e Garnet excitado por um flash de luz.

LASER DE ONDA CONTÍNUA (CONTINUOUS WAVE – CW)
Um feixe LASER que é produzido continuamente em lugar de uma série de pulsações.

LIDAR
Acrônimo de Light Detection and Ranging. É uma tecnologia de sensor remoto óptico que mede propriedades de luz refletida ou absorvida para obter a distância ou outra informação de um objeto ou superfície. O método mais empregado para determinar distância a um objeto ou superfície é usar pulsos de LASER. Semelhante à tecnologia de Radar que usa ondas de rádio em vez de luz, a distância até um objeto é determinada medindo o intervalo de tempo entre emissão de um pulso e retorno do sinal refletido. A tecnologia LIDAR tem aplicação em geologia, geotecnia, sismologia, sensoriamento remoto, mapeamento e física da atmosfera. Uma aplicação específica para LIDAR é o ALS (Airborne Laser scanning) ou Altimetria a LASER. A sigla LADAR (Laser Detection and Ranging) é mais usada em contexto militar.

LIMIAR (THRESHOLD)
Durante excitação do LASER, este é o ponto onde a emissão começa.

LUZ VISÍVEL (VISIBLE LIGHT)
Radiação eletromagnética visível ao olho humano de comprimentos de onda de 400 (azul) – 700 nm (vermelho); O termo também é aplicado a radiação eletromagnética com propriedades semelhante para a luz visível, inclusive a radiação próxima do infravermelho invisível.

METAESTÁVEL (METASTABLE)
Condição instável na qual a energia de uma molécula está em algum nível discreto mais baixo (Ground State). É esta a condição necessária para emissão de fótons em um LASER. (Teoria Quantum)

ONDA ELETROMAGNÉTICA (ELETROMAGNETIC WAVE)
Uma perturbação que se propaga de uma carga elétrica que oscila ou é acelerada. Inclui ondas de rádio; Raios de X; Raios de Gama; e Luz Infravermelha, Ultravioleta, e visível.

OSCILAÇÃO (OSCILLATION)
Formação da onda entre os espelhos nos extremos do canhão LASER. Em LASER CW, a onda que propaga-se de um lado para outro entre os espelhos transmite uma fração de sua energia em cada trajeto; Em operação pulsada, acontece a emissão instantaneamente.

PERFILAMENTO A LASER
Variante em português do termo internacional ALS – Airborne Laser Scanning (tradução literal – Escaner Laser Aerotransportado) que identifica uma aplicação especial de sensores LIDAR aerotransportados com a finalidade de obtenção de modelagem de terreno para mapeamento. Os principais fabricantes de sistemas ALS são a Optech Inc. (www.optech.ca) e Leica Geosystems (www.leica-geosystems.com).

POTÊNCIA DE PICO (PEAK POWER)
Nível de potência instantânea mais alto em uma pulsação.

POTÊNCIA MÉDIA (AVERAGE POWER)
Energia total por pulso multiplicado pelo número de pulsos por segundo. (Joules por segundo = watt).

PROFUNDIDADE DE CAMPO (DEPTH OF FIELD)
Alcance de funcionamento do LASER, função de comprimento de onda, diâmetro do feixe e distância focal da lente. Para obter uma mancha de diâmetro pequeno e por conseguinte, uma densidade alta, a profundidade de campo deve ser pequena.

PRÓXIMO INFRAVERMELHO (NEAR INFRARED)
Parte do espectro infravermelho perto do espectro visível, tipicamente 700nm para 1500nm ou 2000nm.

PULSO (PULSE)
Energia de uma única emissão de um LASER programado para o comportamento pulsado em lugar de operação contínua.

Q
Eficiência da energia armazenada em uma câmara de ressonância LASER. Quanto mais alto o “Q”, menor a perda de energia.

Q-INTERRUPTOR (Q-SWITCH)
Dispositivo que tem o efeito de um obturador que se move rapidamente para diminuit o “Q” da câmara de ressonância, permitindo o armazenamento gradativo de energia até um nível alto. O resultado é uma pulsação gigante de energia quando “Q” normal é restabelecido.

QUALIDADE DO FEIXE (BEAM QUALITY)
Relação entre o diâmetro real de um ponto LASER e o diâmetro ideal de um ponto LASER que seria obtido em um feixe teoricamente perfeito. Equivalente à relação do ângulo de divergência do feixe e um feixe ideal que tem o mesmo diâmetro. A qualidade do feixe é expressa por m² ou K (1/m²).

RAIOS (RAYS)
Linhas retas que represetam o caminho da luz.

RECEPTOR (RECEIVER)
Dispositivo que detecta um sinal ótico e converte o mesmo em uma forma elétrica utilizável em outros dispositivos.

REFLEXÃO (REFLECTION)
Retorno de energia radiante (luz incidente) em uma superfície, sem mudança do comprimento de onda.

REFLEXÃO DIFUSA (DIFFUSE REFLECTION)
Ocorre quando partes diferentes de um feixe incidente em uma superfície são refletidas em várias direções conforme a Lei de Lambert. A intensidade diminui com o inverso do quadrado da distância até a superfície e também obedece a Lei de co-seno de reflexão.

REFRAÇÃO (REFRACTION)
Desvio de luz pela passagem entre materiais que têm um índice de refração diferente.

REFRAÇÃO (REFRACTION)
Mudança de direção de propagação de qualquer onda, como uma onda eletromagnética, quando passa de um meio a outro no qual a velocidade de onda é diferente.

RESSONÂNCIA (RESSONATOR)
Os espelhos (ou refletores) que formam a cavidade LASER. Os espelhos refletem luz de um lado para outro para permitir a amplificação em função de um incentivo externo.

RUÍDO (NOISE)
Correntes não desejadas, secundárias ou voltagens em um sistema elétrico.

SATURAÇÃO DE CORRENTE (CURRENT SATURATION)
Fluxo de máximo de corrente elétrica em um condutor; em um LASER, o ponto onde a introdução de mais corrente elétrica não aumentará a intensidade do LASER.

TRANSMISSÃO (TRANSMISSION)
Em ótica, a passagem de energia radiante (luz) por um meio.